domingo, 19 de junho de 2011

Vivendo e Aprendendo! Alfarroba... É chocolate ou não é?

Com essa história de Intolerância à Lactose tenho descoberto novos alimentos.

A vontade de comer tudo o que eu comia antes também ajuda bastante à descobrir novos ingredientes.

Como viver sem queijo, sem chocolate (na TPM!)???


O site Sem Lactose ajuda muito, algumas coisas descobri lá! Inclusive onde achar queijo sem lactose!

Descobri essa semana, num restaurante de comida natural, no centro de BH, "a tal da" ALFARROBA.

A alfarroba é uma vagem. Parece que a polpa é extraída, moída e torrada e vira um pó que substitui o cacau!



Os produtos feitos com alfarroba são isentos de lactose, glútem e açúcar!

Achei um artigo científico sobre a alfarroba:

"Farinha tostada de alfarroba: fruto da alfarrobeira (Ceratonia siliqua L.), árvore nativa dos países mediterrâneos, a alfarroba é consumida em muitos países árabes sob a forma de doces e de bebida durante o Ramadan (YOUSIF; ALGHZAWI, 2000). A polpa após secagem, trituração e torrefação dá origem ao pó ou farinha de alfarroba, que possui cor e flavour similares ao cacau. Os compostos estimulantes (cafeína e teobromina) que são encontrados no cacau e considerados por diversos autores como fatores antinutricionais responsáveis por efeitos fisiológicos adversos (GROROSSO; BRACKEN, 2005; BONVEHÍ; COLL, 2000; CHEN et al., 1998; ETENG et al.,1997), não estão presentes na farinha de alfarroba, além disso, possui baixo custo quando comparada ao cacau e graças a sua composição (rica em carboidratos de baixo peso molecular) apresenta boa solubilidade (OWEN et al., 2003;YOUSIF; ALGHZAWI, 2000; BRAND, 1984). Apesar de tais vantagens, segundo Kumazawa et al. (2002), a maior parte da alfarroba ainda é descartada."
"É exatamente o menor teor de lípides, associado à ausência de outros dos compostos antinutricionais (as metilxantinas), que é apontado como a vantagem da utilização da alfarroba em relação ao cacau em pó."
Fonte: http://www.scielo.br/pdf/cta/v29n2/02.pdf

Segue a dica! E acreditem: tem cheiro de chocolate, cor de chocolate e gosto de chocolate!

Comi alfarroba recheada com coco, é igual àquele chocolate famoso...

Maíra!

6 comentários:

  1. Boa tarde Maíra, meu nome é Denise, tenho 2 filhos de 3 anos com refluxo gastro-esofágico e o médico proibiu a ingestão de chocolate. A alfarroba prejudica o refluxo também ou não? Preciso urgente dessa informação, meus filhos adoram bolos, mingaus de chocolate e não estou podendo fazer para eles.
    Obrigada
    Denise

    ResponderExcluir
  2. Denise,
    ainda são poucos os estudos sobre a alfarroba, mas não encontrei nenhuma citação de restrição. O chocolate diminui a pressão dos esfincteres do esôfago, sendo prejudicial à criança com refluxo.A cefeína, considerada irritante da mucosa gástrica também não está presente na alfarroba. Penso que pode ser um bom substituto no caso dos seus filhos!

    ResponderExcluir
  3. não entendi como se faz a farinha.
    Podia explicar como se faz a farinha de alfarroba.
    obrigada pela sua atenção.

    ResponderExcluir
  4. Não sei como se faz, mas encontramos para comprar!

    ResponderExcluir
  5. Para fazer a farinha é muito simples.

    1 - "Entalar" as vajens inteiras na panela de pressão (para ficarem mais moles).

    2 - Abrir as vagens ao meio para tirar os caroços

    3 - Deixar secar ao sol as vagens sem caroços

    4 - Moer/triturar as vagens como se faz com qualquer outro cereal.

    Atenção: não deitar fora os caroços. Podem ser usados ou como fertilizante ou em sacos de pano que depois se aquecem no microondas e se põem nas costas quando estas doem.

    ResponderExcluir
  6. Maira, eu tb comi e me apaixonei! bjs

    ResponderExcluir